A Khandlelo pretende recrutar para o seu quadro de pessoal um (1) Técnico Dinamizador da Rede de artesãos e pequenos negócios em Maputo.

Contexto

No âmbito do Projecto Raízes e Cultur@ – Empreendedorismo cultural e reforço da identidade e cultura moçambicana, em Maputo, inserido nas prioridades estratégicas do Governo de Moçambique, e das prioridades do Lote 2 (Actores Não Estatais) do concurso da UE Moçambique, através da integração e funcionamento em rede de públicos-alvo, beneficiários, actividades e resultados. Esta acção visa, durante 36 meses, “promover o desenvolvimento socioeconómico através de uma sociedade mais justa, inclusiva e tolerante” (objetivo geral), em concreto para “fortalecer o contributo das cidadãs e dos cidadãos, das Organizações da Sociedade Civil (OSC) e das Autoridades Locais (AL) ao processo de desenvolvimento local, boa governação e promoção dos direitos humanos e da democracia (Objetivo Específico).

A Acção resulta do trabalho, desde 2012, entre a FEC (ONGD portuguesa, requerente) e a Associação Khandlelo (co-requerente) no reforço de competências de empreendedorismo e apoio à criação de negócios junto de jovens vulneráveis dos bairros de Maputo, e no reforço de competências dos agentes de educação, para o desenvolvimento integral das crianças e a sua relação com a cultura moçambicana. Junta-se a larga experiência de trabalho pedagógico do Movimento Cívico Formiga Juju/Xidjumba (co-requerente), no reforço da cultura moçambicana através da literatura junto de jovens e escolas.

Pretende-se prestar uma formação integral e adequada aos beneficiários esperando que sejam criadas oportunidades de trabalho e fontes de rendimentos para os jovens e suas famílias, contribuindo para o desenvolvimento humano e desenvolvimento local.

Ojectivo geral da função

Técnico Dinamizador da Rede de artesãos e pequenos negócios:

  • Preparar e ministrar as formações de empreendedorismo, de gestão de pequenos negócios e de gestão de organizações sociais de pequena dimensão;
  • Prestar apoio  aos  jovens  na  Incubadora  de  empresas,  durante  o  desenvolvimento  e implementação dos seus projectos, através do acompanhamento e consultoria, a definir de acordo com as necessidades de cada projecto e jovem, quer de forma presencial, quer à distância.

Posição

Reporta ao Gestor do Projecto no que diz respeito a execução de actividades e ao secretário executivo da khandlelo nos assuntos logísticos e administrativos.

Deveres & Responsabilidades

A) Concepção de programas de formação e de intervenção:

  • Apoia na concepção e implementação de modelos de levantamento de necessidades e caracterização dos jovens e famílias garantindo informação de qualidade;
  • Sob orientação do gestor de projecto, e articulação com equipa e parceiros, elabora os referenciais de formação e conteúdos dos vários módulos das formações que é responsável, articulando, com o especialista em pedagogia;
  • Responsável por preparar e ministrar formação empreendorismo aos jovens, articulando, quando necessário e como previsto, com especialistas externos alguns módulos específicos e com o especialista em pedagogia;
  • Responsável por preparar e ministrar formação em gestão de pequenos negócios aos jovens, articulando, quando necessário e como previsto, com especialistas externos alguns módulos específicos e com o especialista em pedagogia;
  • Responsável por preparar e ministrar formação em gestão de organizações sociais de pequena dimensão, aos jovens, articulando, quando necessário e como previsto, com especialistas externos alguns módulos específicos e com o especialista em pedagogia;
  • Apoia os potenciais empreendedores a definir com maior clareza a natureza do projecto que pretendem empreender;
  • Responsável pela capacitação técnica, em gestão de serviços de empreendedorismo, dos colaboradores da Associação Khandlelo no sentido de progressivamente assumirem as funções de dinamização da incubadora;
  • Apoia a formação em desenvolvimento humano integral, em estreita colaboração com o coordenador pedagógico;
  • Apoiar o técnico social no acompanhamento aos agregados familiares dos jovens.

B) Dinamização da Incubadora de empreendedorismo

  • Responsável pela mobilização e envolvimento dos jovens artesãos, através de ações de divulgação do projeto, quer através de folhetos informativos, quer através de sessões realizadas nas associações dos artistas e organizações da sociedade civil;
  • Responsável pela implementação da Incubadora de iniciativas empresariais e iniciativas sociais que permita estrutura apoiar a criação e implementação de projetos empreendedores de elevado valor e economicamente viáveis;
  • Cria os instrumentos de trabalho de apoio ao desenvolvimento das actividades previstas, submetendo-os à validação do gestor de projecto;
  • Assiste os  jovens  artesãos  empreendedores  nos  processos  de  formalização  dos  seus negócios;
  • Assistir os jovens artesãos empreendedores no acesso a fundos públicos e privados de apoio ao empreendedorismo e negócios;
  • Acompanha  e   presta   consultoria   aos   jovens   empreendedores   na   elaboração   e implementação de planos de negócio, em articulação com equipa de projecto e padrinhos dos empreendedores, de forma a consolidar as condições financeiras, logísticas e técnicas para que os empreendimentos gerados na incubadora de empresas sejam de facto viáveis; Procede à identificação de boas práticas durante todo o processo;
  • Elabora, em estreita colaboração com o gestor de projecto, todos os instrumentos de trabalho avaliados como necessários para melhorar o desempenho das suas funções e do projecto.

C) Comunicação e imagem

  • Tira, cataloga  e  arquiva  fotografias  sobre  a  intervenção  de  acordo  com  as  regras estabelecidas;
  • Apoia a  realização  de  acções  de  divulgação  do  projecto,  quer  através  de  folhetos informativos, quer através de sessões realizadas nas associações e ruas do bairro;
  • Respeita os acordos de divulgação do apoio de financiadores e parceiros associados à intervenção.

D) Monitorização e avaliação da intervenção

  • Avalia a progressão na aprendizagem realizada pelos jovens e equipa de projecto; dando contributos/sugestões de melhoria;
  • Monitoriza e   sugere  modificações  à  intervenção,  baseado  nos  indicadores  e  em observações e trocas de impressões com público-alvo e parceiros;
  • Em conjunto com o Gestor de Projecto reporta a execução das actividades, pelo menos uma vez por mês, através da elaboração de um relatório mensal de acompanhamento do projecto.

E) Produtos esperados e data de apresentação

Em articulação com equipa de projecto e sob orientação do gestor, apresenta:

  • Programas finais das formações (Formação em empreendedorismo; Formação em gestão de negócios; Formação em liderança e competências para a empregabilidade, formação em competências para empregabilidade e curso de formação profissional), adequado aos perfis de entrada e saída dos formandos, entregue até 3 meses após o início das tarefas incumbidas;
  • Suportes teóricos das formações (Formação em empreendedorismo; Formação em gestão de pequenos negócios; Formação em gestão de organizações sociais de pequena dimensão), até 15 dias antes do início da sessão de formação respetiva;
  • Dossier Técnico-Pedagógico,  versão  impressa  e  digital,  das  formações  (Formação  em empreendedorismo; Formação em gestão de pequenos negócios; Formação em gestão de organizações sociais de pequena dimensão) 15 dias após o fim da formação;
  • Pontos de situação, até dia 5 de cada mês.

Especificação Pessoal

Aptidões

  • Vocação e  motivação  para  a  geração  de  oportunidades  de  emancipação  dos  jovens  e desenvolvimento de zonas de baixa renda;
  • Consciência intercultural;
  • Criatividade e habilidade para trabalhar com recursos limitados;
  • Trabalhar em equipa e comunicar eficazmente;
  • Capacidade de trabalhar sob pressão, autonomamente e com supervisão reduzida;
  • Espírito empreendedor.

Perfil

  • Nível Medio ou Equivalente;
  • Empreendedorismo e negócios sociais;
  • Diferentes aspectos relacionados com gestão e administração de pequenos empreendimentos e negócios sociais em Moçambique;
  • Gestão da formação;

Experiência

  • Experiência de trabalho no sector do empreendedorismo;
  • Experiência em gestão da formação (preferencial);
  • Experiência em processos de trabalho e acompanhamento de jovens.

Compromisso

  • Compromisso com a luta contra a pobreza;
  • Compromisso com a capacitação das instituições locais, baseada no respeito mútuo e no princípio de parceria;
  • Compromisso com a filosofia de trabalho dos parceiros envolvidos, nomeadamente a Doutrina Social da Igreja e o respeito pelo direito e valores internacionais que estão subjacentes à Declaração Universal dos Direitos do Homem e outros congéneres.

Exigências

  • Carta de manifestação de interesse;
  • Curriculum Vitae;
  • Certificado de Habilitação Literária.

Processo de Candidatura

Endereço: Rua de Xipamanine, nº 271, CP 33 – Maputo

Email: khandlelo@clubnet.co.mz

Validade: 15/01/2021

Local: Maputo

Níveis: Nível Superior

Regime: Tempo Inteiro