Aldeias de Crianças 

SOS Moçambique

Vaga para Oficiais de Proteção de Crianças em Emergências


Descrição da Vaga

A Aldeia de Crianças SOS Moçambique está a recrutar quatro (4) Oficiais de Proteção de Crianças em Emergências para Pemba.

Reportando ao: Oficial Sénior de Proteção a Criança.

Supervisionados: Nenhum.

Duração do contrato: 6 meses.

O (A) Oficial de proteção a criança, sob a supervisão do Coordenador do Projecto e o Oficial Sénior de Proteção, deve garantir a implementação de ações de proteção aos participantes do projecto, com especial atenção as crianças, do projecto de assistência humanitária nos distritos de Metuge e Mecufi.

Principais Responsabilidades:

  • Liderar a avaliação de necessidades de proteção infantil usando processos e ferramentas de avaliação padrão;
  • Supervisionar os monitores dos espaços amigos da criança a serem instalados nos centros de acolhimentos de deslocados;
  • Coordenar com outras áreas temáticas do projecto e outras agendas externas do sector, na identificação das necessidades das pessoas mais vulneráveis nos centros de acolhimento de deslocados em Mecufi e Metuge.
  • Identificar crianças com necessidades especiais, crianças não acompanhadas providenciar assistência necessária;
  • Garantir que os programas de proteção a criança em emergências sejam implementados de maneira que atendam aos deslocados, a comunidade anfitriã e as crianças, em linha com os princípios, valores, plano estratégico e procedimentos de conformidade da SOSMZ. Isso inclui trabalhar com os deslocados e o comité da comunidade anfitriã, em coordenação com os clusters/ subclusters, bem como organizações governamentais e não-governamentais que operam legalmente nos centros de acomodação dos deslocados. Identificar questões críticas no sector de proteção a criança e iniciar ações para resolvê-las.

  • Nível superior em Psicologia ou áreas afins;
  • Noção em gestão de projectos, incluindo em gestão administrativa e financeira;
  • Experiência na implementação de projectos/ programas de emergência e conhecimento do sistema humanitário no país;
  • Capacidade e habilidade de facilitar processos de intervenção na emergência;
  • Experiência na implementação de espaço amigo da criança;
  • Fluência numa das seguintes línguas locais de Cabo Delgado: Emacua, Chimakondi, Kiwnani
  • Swahili. Noções básicas da língua inglesa;
  • Possuir conhecimentos de informática nos pacotes Word, Excel e Internet;
  • Capacidade de trabalhar em equipa e sob pressão;
  • Conhecimento e experiência no uso de padrões e diretrizes interinstitucionais estabelecidos em proteção infantil, como as Directrizes Interinstitucionais sobre Crianças Separadas e Desacompanhadas, Padrões Mínimos para Proteção Infantil em Ambientes Humanitários;
  • Experiência significativa de gestão (de pelo menos 2 anos) trabalhando em contextos de resposta a emergências;
  • Ter carta de condução para motorizada.

Os candidates interessados poderão submeter os seus CV’s, acompanhados pela carta de Interesse e demais documentos que possam reforçar a sua candidatura: Fotocópia do B.I., Certificado de habilitações, 3 Cartas “Oficiais” de referências, através do seguinte correio electronico: Recruitment.SOS@soscvs.org.mz, indicando no Assunto ” PEMBA-OPCE-2021″.

DATA LIMITE DE CANDIDATURAS: 31 de Maio 2021.

Indique a fonte da vaga na sua candidatura.

Encoraja-se a candidatura de mulheres.

Apenas os candidates Pré-selecionados serão contactados!