Vaga Para Director De Serviços Centrais De Manutenção


Ao abrigo do disposto no Estatuto Orgânico da ANE, IP, aprovado pela Resolução nº 25/2019, de 31 de Dezembro e em conformidade com o Despacho do Director-Geral da ANE, IP, de 28 de Julho de 2021, torna-se público que está aberto o concurso para o provimento de um (01) vaga de   Director de Serviços Centrais de Manutenção na ANE, cujas candidaturas deverão ser enviadas no prazo de 30 dias, contados a partir da data da publicação do presente anúncio.

 

Requisitos gerais

  • Nacionalidade moçambicana;
  • Ser funcionário do Estado, com nomeação definitiva;
  • Possuir habilidades  de  comunicação  em  língua  portuguesa  e inglesa, fala e escrita;

 

2.3.  Director de Serviços Centrais de Manutenção na ANE, IP

 

Responsabilidades:

 

Reportando  ao Director-Geral  da ANE, IP, o Director  dos Serviços

Centrais de Manutenção terá as seguintes responsabilidades:

 

  1. Dirigir e  coordenar  as  actividades  dos  Serviços  Centrais  de

Manutenção, na linha geral da política global definida pelo Governo;

  1. Coordenar a elaboração e execução dos programas de manutenção de estradas e pontes, no âmbito da implementação dos planos anual e quinquenal do Governo e do plano estratégico do sector;

iii.  Assegurar  a  eficiência  e  eficácia  dos  processos  de  contratação de obras de manutenção de estradas e pontes e de serviços de consultoria;

  1. iv. Garantir a elaboração de projectos sustentáveis de engenharia para a e reabilitaçãode estradas e pontes, de acordo com os padrões estabelecidos;
  2. v. Assegurar a protecção de investimentos realizados na rede de estradas, através da realização de programas de manutenção, de acordo com as normas estabelecidas;
  3. Garantir a implementação atempada das obras de emergência;

vii.  Garantir  a qualidade  nas obras  de manutenção  de estradas  e

pontes, observando os padrões definidos;

viii.  Coordenar  a  gestão  de  sistema  de  segurança  rodoviária,  em

parceria com outras entidades afins;

  1. Garantir a execução de auditorias de segurança rodoviária, em

coordenação com outras entidades afins;

  1. Gerir e administrar os serviços de báscula e outros sistemas de controlo de carga;
  2. Garantir a  implementação  atempada  de  obras  de  emergência,

sempre que se mostrar necessário;

xii. Garantir a articulação institucional com os órgãos de governação descentralizada, em matérias ligadas a manutenção de estradas e pontes;

xiii. Prestar assessoria ao Director-Geral da ANE, IP, em matérias ligadas a sua área de gestão;

xiv. Prestar apoio e orientação técnica as Delegações provinciais da

ANE, IP, em matérias ligadas a sua área de gestão;

  1. xv. Cumprir e assegurar o cumprimento do Estatuto Geral dos Funcionários e Agentes do Estado, dos instrumentos específicos de gestão da ANE, IP e demais normas em vigor na Administração Pública;

 

Requisitos específicos:

  • Possuir cumulativamente, o grau de licenciatura em Engenharia Civil, Engenharia de Estradas ou em Engenharia de Transportes há mais de 10 anos e ter pelo menos 10 anos experiência profissional na área de sua formação, dos quais 5 anos de serviço no Sector de Estradas; sendo 3 em funções de Direcção e Chefia; classificação de desempenho não inferior a bom, nos últimos 2 anos;
  • Ter conhecimentos da rede de estradas em Moçambique;

 

  • Ter conhecimento das normas técnicas de manutenção de estradas e pontes, em uso na República de Moçambique; e
  • Experiência comprovada de gestão de contratos de manutenção, em especial para estradas terraplanadas e de terra;


Como se candidatar 

 

  1. O pedido de provimento de vaga é feito em requerimento de candidatura ao concurso, com assinatura reconhecida pelo Notário, dirigido ao Director-Geral da ANE, IP, com a indicação da posição para a qual concorre e acompanhado de seguintes documentos:
  2. a) Fotocópia de Certificado de habilitações literárias, autenticada pelo Notário;
  1. b) Fotocópia de Bilhete de Identidade, ou certidão de nascimento, autenticada pelo Notário;
  2. c) Curriculum Vitae detalhado (tendo em atenção ao posto para o qual concorre) e assinado;
  3. d) Declaração sob compromisso de honra, de onde conste que nunca foi expulso, nem demitido do Aparelho do Estado;
  4. e) Declaração sob compromisso de honra, de onde conste que não está abrangido por qualquer incompatibilidade para o exercício da função para qual se candidata;

f ) Fichas de avaliação de desempenho dos últimos três anos.

 

 

 

As candidaturas deverão ser entregues na Secretaria do Ministério das Obras Públicas, Habitação e Recursos Hídricos (MOPHRH), sito na Av. Karl Marx, nº 606, Cidade de Maputo, em envelope fechado e endereçado ao Departamento de Recursos Humanos do MOPHRH, nas horas normais de expediente