Vaga Para Assessor (A) Técnico E Formador Regional


Objectivo: O (A) Assessor(a) técnico(a) e formador(a) regional  para o programa de prevenção e controlo do cancro do colo do útero, implementará actividades que visam fortalecer a prevenção  e controlo do cancro do colo do útero em Moçambique, rumo à sua eliminação, com realce para as mulheres vivendo com HIV e uma abordagem com ênfase regional.

Resumo da Posição

Trabalhando numa região do país, o/a Assessor (a) Técnico(a) e formador regional para o CECAP tem a responsabilidade de coordenar com o Ministério da Saúde (MISAU), as DPS e Serviços Provinciais de Saúde sob sua tutela, parceiros de implementação local e outros parceiros, com o objectivo de providenciar assessoria técnica aos pontos focais de Cancro do Colo do Útero e das Doenças não transmissíveis (DNT). Ele/a irá apoiar a efectiva execução do plano de actividades de CACUM elaborado pela Jhpiego, garantindo a identificação e implementação de  estratégias  visando fortalecerr o acesso ao rastreio, diagnóstico precoce e tratamento das lesões pré-cancerosas e cancerosas do cancro do colo do útero. O/a Assessor/a irá colaborar para o  estabelecimento de um corpo de profissionais devidamente treinadose que prestem cuidados de alta qualidade, no diagnóstico e tratamento das lesões pré-cancerosas do colo do utero, melhoria do sistema de referência e contra referência  e melhoria de gestão efectiva das pacientes entre os diferentes níveis do sistema de saúde e  documentação das actividades (desde a melhoria dos registos, resumos mensais, monitoria e avaliação das actividades).

Responsabilidades:

  • Tendo como base o plano de actividades elaborado pela Jhpiego, coordenar e garantir a implementação das actividades de CACUM com alta qualidade nas províncias da sua região, envolvendo todos os actores que incluem o MISAU, as DPS, serviços provinciais de saúde, parceiros de implementação, líderes, sociedade civil e outros;
  • Realizar assessoria técnica as DPS, serviços provinciais de saúde, distritos e unidades sanitárias na planificação e implementação das actividades visando a oferta de serviços de CACUM de alta qualidade, rumo à eliminação da cancro do colo do útero em Moçambique;
  • Planificar e realizar TOT e outros treinos com o objectivo de criar uma equipe de profissionais de CACUM competentes;
  • Garantir a supervisão das actividades de CACUM e a implementação dos padrões de qualidade aprovados pelo MISAU;
  • Fortalecer um sistema de monitoria e avaliação das actividades que garanta a existência de informação para a tomada de decisão;
  • Apoiar as DPSs na, disseminação e uso de material de apoio, como manuais de formação, fluxogramas de atendimento, listas de verificação, normas e directrizes nacionais estratégias de Melhoria de Qualidade (MQ) aprovadas e padronizadas. estabelecidas pelo MISAU;
  • Garantir o funcionamento dos grupos técnicos provinciais de CACUM;
  • Apoiar na existência de evidências científicas mediante a implementação de pesquisas.
  • Realizar outras actividades que lhe forem atribuídas.

Requisitos:

  • Ter 5 anos de experiência de trabalho em programas de Saúde Materna, Cancro do Colo e HIV/SIDA; incluindo experiência na realização do VIA, colposcopia, biópsia cervical, ablação e LEEP;
  • Possuir conhecimentos das estratégias, políticas, regulamentos, procedimentos e normas do Ministério da Saúde de Moçambique para a área de cancro do colo do útero;
  • Ter experiência clínica e conhecimento da Prevenção, Cuidados e Tratamento do cancro do colo do útero em contextos de recursos limitados;
  • Habilidades e experiência em formação, orientação, tutoria e supervisão clínica de trabalhadores de saúde;
  • Capacidade de trabalhar de forma autónoma, sob pressão e cumprir prazos;
  • Boas habilidades de comunicação interpessoal e gestão de conflitos;
  • Capacidade de trabalhar como líder e membro de uma equipa, para coordenar e liderar os esforços de outros profissionais para atender às necessidades do programa de forma eficaz;
  • Forte capacidade de comunicação e apresentação escrita e oral em português e comprovada capacidade de comunicação oral e escrita em inglês;
  • Familiaridade com gestão, monitoria e avaliação de dados;
  • Disponibilidade de viajar para diferentes províncias em Moçambique (50 % do seu tempo);
  • Alto sentido de responsabilidade; integridade, ética e sigilo profissional.

A apresentação das candidaturas irá encerrar quando forem identificados os candidatos que respondam satisfatoriamente as exigências das vagas. Os candidatos interessados deverão apresentar uma carta de apresentação juntamente com o “Curriculum Vitae” detalhando as experiências relevantes e referências que possam ser consultadas para: hr-mozambique@jhpiego.org e indique o assunto: “Assessor (a) técnico e formador regional para a prevenção do Cancro do Colo do Útero e da Mama (CACUM)”.

Somente os candidatos seleccionados para entrevista serão contactados