Activista Comunitário


A Khandlelo pretende recrutar para o seu quadro de pessoal um (1) Activista Comunitário .

Contexto

A presente acção desenvolve-se no distrito de Nhlamankulu, Cidade de Maputo, em um dos bairros periféricos com índices mais elevados de vulnerabilidade socioeconómica, desemprego juvenil, criminalidade, violência, poluição sonora, e susceptível a pressões imobiliárias. Neste âmbito, será feito o acompanhamento psicossocial aos moradores do bairro de Chamanculo C, pautando principalmente para intervenções voltadas a prevenção e combate a violência, e assistência aos casos de vulnerabilidade. Serão também realizadas formações, palestras e sensibilizações comunitárias nas ruas, escolas e pontos estratégicos no bairro visando garantir o acesso a informação e promover o bem-estar social, físico e emocional dos moradores deste bairro. Essas actividades serão desenvolvidas especificamente no bairro de Chamanculo C.

Objectivos

Geral

Melhorar as condições de vida da população do bairro Chamanculo C, através dos processos integrados de remodelação de Maputo.

Específico

Aumentar os níveis de segurança, inclusão, resiliência e sustentabilidade do bairro de Chamanculo C.

R.2.1: 3 Centro infantis reabilitados e apoiados a nível pedagógico e administrativo e em materiais de ensino e diversos equipamentos para actividades educacionais.

R.2.2: Melhoria nas condições didácticas, e habilidades gerenciais e administrativas de 3 centros infantis.

R.2.3:  600 crianças e adolescentes desfavorecidos de duas escolas primárias tenham acesso a actividades educativas recreativas.

R.2.4: Melhoria dos serviços psicossociais para crianças com dificuldades de aprendizagem e necessidades especiais.

Funções

  • Disseminar informações relactivamente as actividades do projecto no bairro;
  • Realizar sensibilizações sobre violência nas escolas, ruas, residências e centros o bairro;
  • Difundir informações sobre o mecanismo de réporte e atendimento as vítimas de violência nas ruas, escolas e centros onde estiver afecto, pautando sempre pela abrangência da comunidade em geral;
  • Estabelecer contacto com às famílias das crianças e jovens, educadores, professores, empregadores e lideranças comunitárias para colher informações, deixar ficar recomendações e soluções possíveis para os problemas ou modos de abordagem;
  • Prestar escuta qualificada, individual ou grupal, visando identificar as necessidades das crianças, jovens e famílias e trabalhar na melhoria das relações interpessoais e grupais visando fortalecer os vínculos familiares e comunitários dos beneficiários;
  • Realizar visitas domiciliárias para identificação, acompanhamento e encaminhamento adequado dos beneficiários e suas famílias buscando a resolução dos problemas vivenciados;
  • Fazer o link entre as diferentes instituições de tutela de violência a nível do bairro e distrito para dar respostas aos problemas identificados na comunidade;
  • Planificar as actividades semanais, mensais, e definir os objectivos a alcançar em cada centro/escola em colaboração com a Psicóloga do projecto e assegurar a sua implementação;
  • Preparar comunicações, relatórios mensais e actas das suas actividades e fazer a entrega atempada a Psicóloga do projecto;
  • Dar resposta a qualquer situação ou necessidade relacionada com o projecto reportando sempre a coordenadora ou psicóloga do projecto;
  • Informar a Coordenadora sobre o decurso das actividades e propor formas de melhoramento;
  • Disseminar as acções desenvolvidas pelo projecto através de diversos meios de comunicação a nível do bairro;
  • Garantir a participação e envolvimento comunidade no geral nas actividades desenvolvidas;
  • Elaborar, em estreita colaboração com o coordenador de projecto, todos os instrumentos de trabalho avaliados como necessários para melhorar o desempenho das suas funções e do projecto.

Requisitos

Aptidões

  • Consciência intercultural e sentido de pertença;
  • Vocação para a transmissão de conhecimentos;
  • Capacidade para motivar crianças, adolescentes e jovens para aprendizagem;
  • Criatividade e habilidade para trabalhar com recursos limitados;
  • Capacidade de trabalhar em equipa e comunicar-se eficazmente na língua Portuguesa (língua local – vantagem);
  • Capacidade de trabalhar sob pressão, com supervisão reduzida e autonomamente;
  • Espírito de liderança e companheirismo;
  • Habilidade em falar a língua local (Changana).

Experiência

  • Trabalho em desenvolvimento integral de crianças, jovens e adultos;
  • Organização e participação em actividades comunitários sobre violência;
  • Formação e sensibilização comunitária de crianças, jovens e adultos em matéria de violência;
  • Experiência em processos de trabalho e acompanhamento psicossocial a crianças, jovens, adultos e seus familiares em situação de vulnerabilidade e vítimas de violência;
  • Acções preventivas e de combate a violência na comunidade.

Compromisso

  • Luta contra a pobreza e respeito aos direitos humanos;
  • Compromisso com a filosofia de trabalho da instituição afecto e dos parceiros envolvidos.

Exigências

  • Carta de Motivação;
  • Curriculum Vitae;
  • Fotocópia do BI;
  • Fotocópia do NUIT;
  • Certificado de Habilitação Literária.

Nota: Estes termos de referência (TdR) têm valor indicativo. Os TdR procuram apenas delinear as condições e responsabilidades chave da função, que, como o projecto, estão sujeitas a evolução. A avaliação periódica por parte dos parceiros passará em revista os TdR e poderá igualmente resultar na sua modificação.

Processo de Candidatura

Endereço: Rua de Xipamanine, nº 271, CP 33-Maputo

Email: hermilda.nhantumbo@khandlelo.co.mz

Validade: 16/03/2022

Local: Maputo

Níveis: Nível Médio, Nível Superior

Regime: Tempo Parcial