Vaga para Assessor Provincial De C&T/TB E MQ

A Elizabeth Glaser Pediatric AIDS Foundation (EGPAF) pretende recrutar para o seu quadro de pessoal um (1) Assessor Provincial de C&T/TB e MQ, baseado em Inhambane.

Descrição

  • O Assessor Provincial de Cuidados e Tratamento/TB e MQ, tem a responsabilidade primária de colaborar com a DPS e outros parceiros na elaboração da estratégia para a Área de Cuidados e Tratamento para HIV/TB e MQ, bem como operacionalizar as intervenções desta estratégia na Província, Distritos e Unidades Sanitárias apoiadas pela EGPAF.
  • A Posição é responsável por capacitar as equipas Distritais da EGPAF – Oficial Sénior TB/MQ e Coordenador distrital/regional – de forma que estes sejam capazes de dar assistência técnica às equipas das SDSMAS e pessoal de saúde nas Unidades Sanitárias, para garantir um acesso abrangente e de qualidade aos serviços cuidados e tratamento/TB. Pela posição, terá que efectuar viagens frequentes á Maputo, Província e Distritos apoiados pela EGPAF.

Responsabilidades

  • Participar nos Grupos Técnicos de Trabalho da Província, com outros parceiros e dar assistência técnica na implementação de estratégias, políticas, procedimentos, normas, diretrizes e instrumentos nacionais em matéria de Cuidados e Tratamento para HIV;
  • Participar na elaboração e revisão do Plano Anual de Cuidados e Tratamento para HIV da DPS e dos Distritos, sustentados pelo plano de atividades do MISAU;
  • Providenciar apoio técnico e programático à equipa técnica da EGPAF, para implementar o pacote compreensivo de Cuidados e Tratamento para HIV e sistema de transferência de serviços de elevada qualidade que estejam em concordância com os guiões do Programa Nacional de Combate a ITS/HIV/SIDA do MISAU;
  • Assegurar a implementação a nível provincial dos Programas Nacionais de Combate a ITS/HIV/SIDA, garantindo o acesso aos serviços clínicos de qualidade:
  1. Identificar necessidades e coordenar as formações sobre Cuidados e Tratamento para HIV para os Oficiais de Programa;
  2. Trabalhar com as equipas distritais para estabelecer o fluxo dentro das Unidades Sanitárias, de forma a fortalecer as ligações entre serviços e de forma a garantir o acesso aos cuidados continuados;
  3. Assegurar a integração e planificação das atividades colaborativas dos serviços de cuidados e tratamentos para HIV/SIDA com os serviços de cuidados e tratamento para a HIV a nível da DPS e SDSMAS;
  4. Apoiar as equipas distritais na integração de serviços do Programa Nacional de Combate a ITS/HIV/SIDA com os serviços dos Programas de SMI e APSS;
  5. Apoiar as equipas distritais na implementação de medidas inovadoras que contribuam para aumentar o acesso ao diagnóstico e tratamento de ITS/HIV/SIDA;
  6. Apoiar as equipas distritais no estabelecimento de um sistema de referência entre as US de referência e US periféricas, de forma a garantir o seguimento de pacientes;
  7. Garantir a qualidade dos serviços do Programa Nacional de Combate a ITS/HIV/SIDA na província, através de visitas de supervisão e de orientação técnica;
  8. Garantir o apoio técnico às equipas distritais na ligação dos serviços de HIV/SIDA e TB na unidade sanitária com os serviços comunitários;
  • Colaborar com equipa multidisciplinar: Assessora de PTV, Assessor Técnico para Área de Apoio Psicossocial, Assessor para o Fortalecimento de Sistemas de Saúde, Assessores de Laboratório, Farmácia, Oficiais Comunitários e equipe de Monitoria e Avaliação para subsidiar a direção técnica da EGPAF na província e a nível nacional;
  • Assegurar a implementação a nível provincial do Programa de Melhoria de qualidade:
  1. Assegurar a expansão da MQHIV;
  2. Assegurar actualização de pessoal clínico provincial;
  3. Participar na organização dos ciclos de MQHIV a nível da província;
  4. Apoiar na Monitoria/Avaliação das USs com MQHIV;
  5. Apoiar na implementação da Monitoria Intensiva;
  6. Apoiar a implementação dos modelos diferenciados;
  7. Apoiar na capacitação técnica do pessoal de EGPAF;
  8. Apoiar nas actividades de optimização dos resultados usando a metodologia de MQ e POA;
  • Avaliar as necessidades de formação e desenvolver a capacidade das equipas distritais da EGPAF através da formação, supervisão e capacitação em apoiar, monitorar e avaliar programas de atendimento integrado de HIV;
  • Participar nas reuniões provinciais de planificação e coordenação do Programa Nacional de Combate a ITS/HIV/SIDA;
  • Apoiar no seguimento do progresso das unidades sanitárias, através das visitas de supervisão formativas e elaboração dos relatórios do Programa Nacional de Combate a ITS/HIV/SIDA;
  • Contribuir na elaboração dos relatórios periódicos a serem reportados para os doadores e dar retro informação atempada aos distritos sobre os programas;
  • Contribuir para a melhoria de qualidade e para o Programa de Desenvolvimento de Liderança nas diferentes Unidades Sanitárias, identificando lições aprendidas e melhores práticas dos Programa de Combate a ITS/HIV/SIDA;
  • Relatórios:
  1. Monitorar a implementação das actividades planificados;
  2. Elaborar os relatórios de acordo com periodicidade requerida e necessário para diferentes níveis.

Requisitos

  • Formado em Medicina (Médico de Clínica geral, Técnico de medicina, Enfermagem geral, Enfermagem de SMI de nível médio);
  • Mínimo 3 anos de experiência na prestação dos cuidados e tratamento ARV a pessoas vivendo com HIV, incluindo cuidados pediátricos e a mulher grávida HIV positiva, conhecimento e experiencia similar do programa de PTV, conhecimento de base do programa de TB e MQ;
  • Experiência anterior comprovada na análise básica dos dados e na implementação de ciclos de melhoria de qualidade e em programas como AIDI, Tutória Clínica, Maternidade Modelo e PCI;
  • Experiencia de trabalho em países em vias de desenvolvimento, preferencialmente em África e Moçambique;
  • Experiência clínica extensiva e excelente conhecimento de cuidados e tratamento para crianças infectadas com HIV;
  • Experiência em mentoria clínica, formação e supervisão;
  • Excelente compreensão dos questões clínicas actuais e literatura em tratamento do HIV/SIDA (pediátrico e adulto);
  • Habilidades e Conhecimentos na gestão do programa incluindo capacitação institucional e sistemas de desenvolvimento;
  • Habilidades e Conhecimentos no uso da avaliação dos cuidados e ferramentas de melhoria de qualidade;
  • Conhecimentos sobre o Ministério de Saúde de Moçambique, incluindo a política e estrutura de gestão a nível nacional e provincial.
  • Facilidades de Trabalhar em equipa e comunicação interpessoal
  • Habilidades de comunicação oral e escrita. Flexível efectuar viagens frequentes aos distritos  
  • Fluente Português falado e escrito; conhecimento de Inglês será uma vantagem.
  • Energético, independente, auto-motivado. Habilidade de relacionamento e adaptação em ambientes multiculturais. 
  • Conhecimentos na aplicação do Microsoft Office (Excel, Word, PowerPoint, Outlook).

Exigências

  • Carta de Candidatura;
  • Curriculum Vitae.

Nota: Como uma organização global, multinacional e multicultural, a EGPAF acredita que a diversidade no local de trabalho enriquece o nosso trabalho e aumenta o nosso impacto e eficácia. Acreditamos que os trabalhadores têm o direito de trabalhar num ambiente de respeito mútuo e integridade que promova a dignidade e o respeito por todos e que lhes permita atingir seu pleno potencial. A Fundação está empenhada em promover a diversidade, equidade, inclusão e pertencimento (DEI&B), e encorajamos fortemente aqueles com as seguintes identidades a se candidatarem: BIPOC (negros, indígenas e outras pessoas de cor), mulheres e não binários, LGBT + (lésbicas, gays, bissexuais e transgêneros), indivíduos com deficiência e outros membros de grupos historicamente sub-representados. A Elizabeth Glaser Pediatric AIDS Foundation (EGPAF) oferece oportunidades iguais de emprego a todos os trabalhadores e candidatos a emprego, independentemente de raça, cor, religião, sexo, nacionalidade, idade, deficiência ou genética. Além dos requisitos da Lei Federal, a EGPAF cumpre as Leis Estaduais e Locais aplicáveis ​​ que regem a não discriminação no emprego em todos os países em que a Fundação possui programas. A Fundação não cobra taxas em nenhuma fase do processo de recrutamento. Se você for solicitado a pagar uma taxa em qualquer estágio do recrutamento, entre em contato com fraud@pedaids.org.

Processo de Candidatura

Link: https://bityli.com/NVhIm

Validade: 08/05/2022

Local: Inhambane

Tagged as: ONG, saude

Níveis: Nível Médio

Regime: Temporário