Vaga para Gerente do Programa de Segurança Alimentar e Meios de Subsistência

Ticker

6/recent/ticker-posts

Vaga para Gerente do Programa de Segurança Alimentar e Meios de Subsistência

 

Vaga para Gerente do Programa de Segurança Alimentar e Meios de Subsistência

A equipa da Action Contre La Faim (ACF) Moçambique está a recrutar um Gestor do Programa de Segurança Alimentar e Meios de Subsistência para o seu escritório de campo em Mueda – Cabo Delgado.

Condições:

  • Apenas candidatos de Cabo Delgado serão considerados para o cargo
  • contrato de 6 a 12 meses
  • CV e carta de apresentação devem estar em inglês

Missão geral:

  • Definir e supervisionar a implementação das atividades de Segurança Alimentar e Meios de Subsistência na área de intervenção atribuída.

Objetivos específicos:

Objetivo 1: Organizar e gerenciar o programa

  • Trabalhar com o Coordenador Adjunto de Campo e FSL HoD no planeamento e implementação das várias componentes do ciclo do projeto (avaliação das necessidades, desenho do projeto, orientação das atividades, monitorização);
  • Assegurar a relevância da área de intervenção, a seleção dos beneficiários, identificação dos principais intervenientes, distribuição de alimentos, etc.;
  • Garantir o acompanhamento técnico do projeto, certificando-se de que as atividades estejam de acordo com as normas técnicas e globais adequadas;
  • Levar em consideração o desempenho global do projeto: impacto, relevância, consistência, eficácia, eficiência, sustentabilidade, coerência, tipos e grupos abrangidos;
  • Garantir a representação externa do projeto sempre que necessário por delegação do Coordenador de Campo ou coadjuvante de campo e colaboração do FSL HoD;
  • Garantir que todos os materiais e equipamentos estejam em estoque fazendo os pedidos e acompanhamentos necessários.

Objetivo 2: Implementação das atividades do FSL

  • Garantir a implementação de boa qualidade de todas as atividades do FSL (distribuição de alimentos/agricultura/produção de alimentos, IGA, VSLA, desenvolvimento comunitário);
  • Planejar as atividades de acordo com o plano de trabalho acordado/aprovado do programa;
  • Identificar e antecipar problemas ou constrangimentos;
  • Acompanhar o avanço do projeto através de visitas regulares de acompanhamento (pelo menos 40% do tempo no campo);
  • Propor soluções ou melhorias para melhor desempenho do projeto;
  • Garantir que as medidas de segurança sejam respeitadas nos locais de trabalho;
  • Garantir que os dados das avaliações sejam armazenados de maneira útil e que todos os dados técnicos estejam bem organizados e facilmente acessíveis; Atualize o banco de dados FSL.

Objetivo 3: Gerenciar o projeto FSL budjet (em colaboração com o Coordenador de Campo)

  • Preparar previsões mensais de gastos do programa;
  • Garantir que todas as atividades sejam implementadas de acordo com o orçamento do projeto.

Objetivo 4: Monitoramento e Relatórios

  • Contribuir para o relatório mensal sobre a redação do progresso da atividade;
  • Contribuir para a preparação de doadores e outros relatórios externos.

Objetivo 5: Contribuir para o desenvolvimento do programa FSL

  • Contribuir para o desenvolvimento de novas propostas para doadores conforme necessário;
  • Avaliar o programa a fim de fazer sugestões de projetos futuros ao Coordenador Adjunto de Campo;
  • Avaliar e atualizar as necessidades do projeto (RH, financeira, logística);
  • Quando possível, aproveite as experiências do programa e escreva relatórios sobre as lições aprendidas.

Objetivo 6: Gerenciar a equipe do projeto

  • Supervisionar a equipe FSL: líderes de equipe, supervisores (supervisão direta) e Técnicos (supervisão indireta);
  • Participar do recrutamento da equipe do projeto;
  • Identificar as necessidades de treinamento – particularmente do pessoal sênior da FSL – e facilitar os treinamentos;
  • Realizar avaliações regulares dos membros da equipe.

Objetivo 7: Demonstrar o compromisso pessoal na promoção da Igualdade de Gênero e dos Padrões Mínimos de Gênero da ACF

  • O gerente de projeto deve demonstrar compromisso pessoal na promoção da Igualdade de Gênero e dos Padrões Mínimos de Gênero da ACF dentro do trabalho humanitário e/ou de desenvolvimento.

Habilidades necessárias

Diploma/Nível de estudos

  • Licenciatura, Diploma (ou nível superior) em agronomia, agricultura, desenvolvimento internacional ou outras áreas relevantes para a segurança alimentar;
  • Mínimo de 2-3 anos de experiência profissional na implementação de programas de segurança alimentar e meios de subsistência;
  • Experiência em cargos de gestão em ONGIs é uma vantagem.

Habilidades e experiência necessárias

  • Bons conhecimentos/experiência de práticas agrícolas, Distribuição Alimentar;
  • Boa capacidade de organização, Bom conhecimento da área de intervenção, Boa capacidade de comunicação, Boa capacidade de motivação, Bom espírito de equipa, Boas relações humanas;
  • Fluente em inglês (oral e escrito) e português. Os idiomas locais são uma forte vantagem;
  • Diplomacia, Boas qualidades relacionais, Flexibilidade, Criatividade;
  • O compromisso pessoal na promoção da igualdade de gênero é apreciado.

Habilidades preferidas

  • Competências técnicas comprovadas em agronomia;
  • Habilidades em economia e/ou desenvolvimento comunitário e/ou mudança de comportamento são muito apreciadas;
  • Bons conhecimentos de implementação de projetos e domínio de ferramentas de gestão do ciclo de projetos (PCM);
  • Boa capacidade analítica, organizacional, de gestão de equipas e de planeamento;
  • Forte capacidade de comunicação e mobilização comunitária;
  • Conhecimentos de informática (Word, Excel);
  • Capacidade para trabalhar em contextos de emergência, Capacidade para formar e capacitar;
  • Vontade e interesse em trabalhar no contexto de PDI.

Como aplicar

recrutamento@mz-actioncontrelafaim.org


Enviar um comentário

0 Comentários