Vaga para Oficial Técnico Fortalecimento Económico, Deslocados E Género

Ticker

6/recent/ticker-posts

Vaga para Oficial Técnico Fortalecimento Económico, Deslocados E Género

 

Vaga para Oficial Técnico Fortalecimento Económico, Deslocados E Género

A AMASI é uma ONG moçambicana com sede na cidade de Nampula e escritórios em Monapo, Erati e Moma (Nampula), Pemba e Chiúre (Cabo Delgado), pretende recrutar para o seu quadro de pessoal um (1) Oficial Técnico Fortalecimento Económico, Deslocados e Género, baseado em Nampula.

Descrição

O Oficial Técnico de Fortalecimento Económico (FE) será responsável pela prestação de assistência técnica às equipes distritais (tanto nos distritos de implementação directa como nos dos subparceiros) na implementação de estratégias e intervenções para melhorar a estabilidade económica das famílias COVs, bem como o fortalecimento económico das RAMJs e das suas famílias apoiadas pelo DREAMS.

Responsabilidades

  • Fornecer capacitação e mentoria para o pessoal técnico e quadros comunitários responsáveis pelas actividades e intervenções de FE, com foco na implementação e gestão de intervenções baseadas na comunidade, tais como: grupos de poupança (para cuidadores COVs/RAMJs e RAMJ), literacia financeira, avaliação de mercado e identificação de oportunidades, ligação a estágios e oportunidades de emprego, empreendedorismo e gestão de microempresas, e adição de valor ao longo de cadeias de valor identificadas;
  • Fornecer apoio técnico na implementação de estratégias e actividades de FE, assegurando que sejam sensíveis às questões de género e promovam a equidade de género;
  • Coordenar com outro pessoal técnico responsável pelos COVs para assegurar que os planos de cuidados domésticos das COVs incorporem considerações económicas e de segurança alimentar e promovam a graduação;
  • Apoiar e facilitar as ligações com outros sectores e prestadores de serviços relevantes para aumentar o acesso aos serviços e apoio aos beneficiários do programa (por exemplo, governo, programas de protecção social, instituições de formação vocacional). Isto implicará apoiar as equipas locais no desenvolvimento e implementação de um plano para envolver o sector privado em actividades de FE para um maior e sustentável impacto;
  • Realizar supervisão de apoio para assegurar a adesão às directrizes, padrões de qualidade e POPs de FE;
  • Monitorar de perto o desempenho das equipas locais nos resultados de FE e ajudá-las a abordar quaisquer lacunas programáticas e questões de desempenho através de abordagens de qualidade e melhoria de desempenho;
  • Apoiar actividades de investigação formativa que ajudem a reforçar as intervenções do FE, bem como actividades de avaliação que ajudem a identificar e documentar os resultados das actividades do FE. Isto inclui o apoio ao desenvolvimento e implementação de projectos-piloto ou de demonstração para testar e adoptar actividades específicas;
  • Assegurar a documentação e divulgação atempada de práticas promissoras e lições aprendidas na implementação de intervenções de FE;
  • Apoiar equipas locais na utilização de dados para informar decisões e fomentar a aprendizagem e a inovação.

Requisitos

  • Licenciatura em Economia, Ciências Sociais, Desenvolvimento Internacional, ou um campo relacionado preferido; Estudos de Género ou experiência serão uma vantagem;
  • Pelo menos três (3) anos de experiência na implementação e monitoria de FE para famílias e adolescentes/jovens, trabalhando em programas de desenvolvimento internacional multifacetados e complexos. A experiência no âmbito de programas COVs e/ou DREAMS financiados pelo PEPFAR é fortemente preferida;
  • Pelo menos dois (2) anos de experiencia na implementação de programas com adolescentes e jovens;
  • Experiência no aproveitamento de parcerias e recursos do sector privado, ligação de jovens a oportunidades de emprego e empreendedorismo, mentoria empresarial e formação de competências, e acesso ao mercado;
  • Forte experiência na prestação de assistência técnica e mentoria;
  • Demonstrou sucesso na prestação de assistência técnica eficaz a organizações locais;
  • Excelente capacidade de comunicação, interpessoal e escrita;
  • Capacidade de trabalhar de forma independente e gerir um fluxo de trabalho de alto volume;
  • Competências relevantes em software informático (incluindo, no mínimo, as aplicações padrão no MS Office);
  • Falante nativo de Português. Preferência de conhecimentos da língua Inglesa.

Exigências

  • Curriculum Vitae;
  • Carta de Candidatura;
  • Três Referências Profissionais.

Nota: Envie sua carta de motivação (1 página) e CV (máximo de 3 páginas) e os dados de contato de três referências profissionais para recrutamento@amasi.org.mz com CC para Mozambique.Resume@fhi360.org. O assunto do email deve ter o nome do cargo e da organização contratante.

Sobre a Empresa

A Associação de Educadores dos Consumidores de Água, AMASI, é uma ONG moçambicana com sede na cidade de Nampula e escritórios em Monapo, Erati e Moma (Nampula), Pemba e Chiúre (Cabo Delgado). Criada em 1996, a AMASI tem ampla experiência em projectos de água e saneamento e HIV, incluindo crianças órfãs e vulneráveis ​​(COVs) e “Determinadas, Resilientes, Empoderadas, Livres de Sida, Mentoradas e Seguras” (DREAMS) para raparigas adolescentes e mulheres jovens (RAMJ). A AMASI está a recrutar candidatos qualificados para o projecto antecipado de COV e DREAMS (FILOVC) financiado por USAID com uma duração de 5 anos (2022-2027). O projecto será liderado pela AMASI nas províncias de Nampula e Cabo Delgado, com a FHI 360 como parceiro de assistência técnica e Ovarelelana como parceiro local de implementação.

Processo de Candidatura

Email: recrutamento@amasi.org.mz

Validade: 03/06/2022

Local: Nampula


Enviar um comentário

0 Comentários