Vagas Para Enfermeiros SMI

Ticker

6/recent/ticker-posts

Vagas Para Enfermeiros SMI

Vagas Para Enfermeiros SMI

Médicos Sem Fronteiras é uma organização humanitária que foi criada em 1971. MSF está presente em Moçambique desde 1984. MSF Bélgica é activo na área da prevenção e do tratamento do HIV/SIDA ao nível na Província de Sofala, e cuidados primários de saúde e água e saneamento em Cabo Delgado. As suas actividades incluem o apoio nas emergências, tanto naturais assim como resultantes de acção humana: Enfermeira (o)s SMI (MIDWIFE)

Objectivo: Fornecer atendimento obstétrico a mulheres grávidas e seus bebés, acompanhando antes, durante e após o parto, de acordo com os protocolos de saúde obstétrica e reprodutiva de MSF-MISAU, padrões universais de higiene e cuidados com o recém-nascido e sob a supervisão médica, a fim de garantir a sua condições de saúde e evitar complicações durante o parto e no pós-parto

Funções
  • Garantir a implementação e continuidade dos cuidados pré-natais realizando a classificação de risco obstétrico (febre materna, sangramento aumentado, perda de liquido ou secreção, parto pré-termo, alteração nos sinais vitais materno e fetal, etc.) na chegada da gestante ao hospital fim de prestar assistência oportuna as gestantes e seus bebes, em colaboração com equipe medica e/ou de enfermagem
  • Acompanhar e conduzir de forma independente o trabalho de parto, parto e pós parto de acordo com os protocolos clínicos MSF-MISAU
  • Avaliar os sinais de trabalho de parto (contracções uterinas, dilatação cervical, sangramento, etc.). Diagnosticar e manejar a aceleração dos partos arrastados e realizar todas as anotações devidamente no partograma. Ao identificar distocias solicitar ajuda nos casos que exigem maior complexidade
  • Actuar no manejo de urgências e emergências obstétricas (hemorragia pós parto, convulsão, hipertensão arterial, retenção placentária, etc.), juntamente com a equipe medica sempre que necessário e de acordo com os protocolos clínicos MSF-MISAU
  • Assegurar os cuidados nos casos de abortos espontâneos e voluntários e sempre informar a paciente sobre os procedimentos necessários
  • Garantir a implementação de actividades sobre planeamento familiar e reprodutivo e devidas orientações as mulheres e seus familiares
  • Assegurar identificação e manejo de infecções do trato urinário e/ou de ordem de transmissão sexual, assim como tratamento humanizado as vitimas de violência sexual, de acordo com protocolos clínicos MSF-MISAU
  • Garantir o fornecimento regular e contínuo de medicamentos e o bom funcionamento dos equipamentos necessários para as actividades da maternidade (doppler, ultrassom, fita métrica, termómetro, etc.) incluindo o monitoramento, controle de consumo e novas solicitações
  • Acompanhar adequadamente todos os recém-nascidos desde o parto até a alta, informando as mães e parentes sobre a importância do aleitamento materno exclusivo, vacinação e possíveis complicações em uso de medicamentos tradicionais
  • Executar e registrar os primeiros procedimentos médicos neonatais, detectando anomalias/infecções do recém-nascido
  • Garantir que o direito dos pacientes à privacidade e confidencialidade seja respeitado. Garantir que os procedimentos administrativos de internamentos (ficha pré-natal, diários de enfermagem, partograma etc.) estão em conformidade com os protocolos de MSF-MISAU e devidamente descritos com letra legível, além de verificar se os pacientes estão devidamente informados e recebem os documentos necessários (certidão de nascimento, cartão de vacinação, etc.)
  • Garantir o seguimento e colocar em prática as recomendações de higiene e esterilização, prevenção a exposição a doenças transmissíveis
  • Avaliar a viabilidade de encaminhamento de gestantes das matronas (a tendente tradicional do parto) para avaliação médica a fim de evitar complicações durante trabalho de parto
  • Participar da organização da ala em colaboração com outras parteiras e a supervisora da maternidade. Garantir a transferência de informações relevantes para a próxima equipa de turno (especialmente identificando casos de risco)
Requisitos
  • O que buscamos?
  • Compromisso com os valores humanitários
  • Capacidade de cumprir metas e desempenho estipulados
  • Habilidade em trabalhar em equipa e se adaptar no ambiente multicultural
  • Profissionalismo, flexibilidade comportamental e gestão de stress
  • Nível médio em Enfermagem Saúde materno infantil. Nível superior com competências em Cesariana é desejável
  • Experiência de pelo menos 2 anos na carreira. Desejável com MSF ou outra ONG
  • Conhecimento Informática na óptica de utilizador
  • Fluência na língua portuguesa. Conhecimento de línguas locais (Kimwani, Kimakwe, Kiswahili) constituem uma vantagem
Notas
  • Apenas candidatos pré-seleccionados serão contactados
  • Os/Os interessados(a)s deverão enviar a carta de candidatura (apresentação) acompanhada de “CV” com referências, fotocópias de certificados e diplomas, BI e NUIT
  • Importante colocar no assunto a vaga para a qual está a concorrer
  • Nenhuma transação monetária, nem pedidos de favores em espécie, nem outros tipos de favoritismo serão tolerados no processo de recrutamento
  • A MSF reserva-se o direito de recusar a contratação de um candidato, que tenha se beneficiado de tais actos. Todas as demandas ilícitas desse tipo, podem ser processadas por meio do sistema judiciário
  • Carta de Apresentação
  • Curriculum Vitae
  • Diplomas
  • Cartas de Referências
Como se Candidatar

 

Envie um email para msfocb-palma-recrutamento@brussels.msf.org e indique o assunto “Enfermeiros SMI” ou envie a candidatura ao escritório de MSF em Palma (Casa Andique, na rua R762).

Enviar um comentário

0 Comentários